Quais são os tipos de cirurgia de mama que existem?

Existem atualmente diversos tipos de cirurgia dos seios disponíveis em clínicas especializadas e hospitais. Algumas delas prometem aumentar os seios, como no caso dos implantes de silicone.

Também pode-se diminuí-los, ou mesmo fazer a reconstituição da mama, como acontece em casos de câncer de mama. Neste texto, vamos mostrar alguns dos tipos de cirurgia de mama que existem hoje e quais são as suas finalidades:

A cirurgia de aumento é uma das mais conhecidas e mais desejadas pelas mulheres. A cirurgia plástica de aumento é chamada de mamoplastia de aumento e é bastante comum.

Isso acontece por conta do incômodo que muitas mulheres sentem ao terem poucos seios e se sentirem com uma aparência inferior a das outras mulheres. Em muitos casos os seios pequenos causam até mesmo quadros depressivos e de baixa autoestima.

A cirurgia é bem simples. Durante o procedimento é implantado uma prótese de silicone em cada um dos seios, de acordo com o desejo da mulher. Geralmente, o implante de silicone é feito abaixo ou acima dos seios, ou mesmo por um corte nas axilas.

Além de fazer com que os seios fiquem maiores, também costuma deixá-los mais levantados e com formato definido.

Ela é uma cirurgia que já foi realizada por muitas mulheres, mas requer cuidados. Não é recomendável fazer a mamoplastia de aumento em meninas que ainda estão com o corpo em desenvolvimento.

Algumas mulheres possuem um tamanho exagerado dos seios. Isso pode ocasionar um problema em sua aparência, baixa autoestima e até mesmo problemas de saúde, como peso excessivo para a coluna, que pode provocar intensa dor nas costas. Para esses casos é indicada a mamoplastia de redução.

A cirurgia para redução acontece com um cirurgião removendo o excesso de gordura do chamado tecido glandular. Além disso, também é feita a redução da pele, até que se possa atingir um tamanho proporcional ao corpo da paciente.

A cirurgia é indicada para mulheres que se sentem incomodadas com o tamanho grande de seus seios e sofrem com isso, tanto emocionalmente (até pelos seios maiores serem mais flácidos) e físicos (como a dor nas costas, ombros, pescoço).

Algumas mulheres não conseguem fazer atividades cotidianas, e físicas, diante do excesso de peso dos seios. É uma cirurgia que deve ser realizada após se constatar como está a saúde da mulher antes do procedimento.

A cirurgia de reconstrução é indicada para dar uma melhor aparência aos seios, que geralmente passaram por redução, devido aos casos de câncer, ou que possuem má formação.

A chamada cirurgia de reconstrução mamária acontece com intervenções plásticas que buscam a simetria ideal e a reconstrução da forma e da aparência dos seios.

Vale lembrar que as mulheres que passaram por mastectomia (redução completa dos seios, geralmente em casos de câncer de mama), não terão necessariamente a mesma aparência dos seios que tinham antes. Contudo, a cirurgia de reconstrução de mama auxilia bastante na volta dos seios, e também da autoestima.

Reconstruir as mamas pode, inclusive, ser um procedimento a ser realizado logo após a cirurgia de mastectomia, evitando que a mulher fique por muito tempo sem os seios e se sinta muito depressiva diante desta situação.

Essa cirurgia da mama deve ser feita com orientação médica e em local autorizado para tal procedimento.

Muitas mulheres sofrem com o aspecto flácido de seus seios após certa idade, ou mesmo depois da amamentação. Outras mulheres sofrem com a flacidez dos seios após terem perdido um excesso grande de peso. Para esses casos, a cirurgia para levantar a mama é a mastopexia.

A mastopexia consiste em uma intervenção cirúrgica, onde o médico remove o excesso de pele dos tecidos e promove o levantamento dos seios.

Esse procedimento é conhecido também como lifting da mama. Isso porque por meio do reposicionamento da aréola e da remoção do excesso de pele é possível realizar um novo contorno, mais firme.

A cirurgia também é indicada para quem possui aréolas alongadas e seios com tamanhos diferentes. Essa cirurgia deve ser realizada com supervisão médica e em um local especializado nos procedimentos de mastopexia.

Vale lembrar que a cirurgia da mastopexia não vai alterar (aumentar ou diminuir) o tamanho dos seios. Esse tipo de procedimento só pode ser feito com a cirurgia de aumento ou de redução de mama.

Enfim, esses são alguns dos procedimentos mais famosos de cirurgia de mama. Vale lembrar que é preciso ter uma orientação médica e verificar sua saúde, antes de realizar qualquer cirurgia.

É importante também que você procure um local de confiança  e um profissional especialista em cirurgia de mama. Assim, tudo vai acontecer bem e ele possa estar preparado para tudo o que pode acontecer no decorrer da cirurgia.

COMENTÁRIOS

  1. Cuidados que você deve tomar após fazer uma mamoplastia - Cirurgia Plástica Landecker12.08.16

    […] postura e beleza: qual mulher não deseja definir as formas de sua silhueta? A mamoplastia, a cirurgia que transforma o bem estar feminino mais conhecido como implante de silicone, exige […]

    Responder
  2. Por que é fácil ter lucro com exames de mamografia - Blog - Telemedicina Morsch04.10.16

    […] mamografia, por ser um exame fundamental para a prevenção do perigoso câncer de mama, é realizado com grande frequência pelo público feminino. Hoje em dia, já é possível […]

    Responder
  3. cirurgia das mamas22.03.17

    excelente, muito bom

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Li e aceito a Política de privacidade e autorizo a Clínica Landecker a utilizar meus dados para contato e envio de conteúdos referentes à cirurgias, estética e saúde.

Posts Relacionados