Rinoplastia: aspectos psicológicos do paciente - Clínica Landecker

Rinoplastia: todo mundo está apto a se submeter a ela?

 

 

Hoje vamos falar sobre os aspectos psicológicos dessa cirurgia tão fascinante que é a rinoplastia.

 

O nariz está no centro do rosto, então ele é responsável por grande parte da harmonia facial dos pacientes. É importante lembrar que a maioria dos pacientes que querem mudar o nariz vem com grandes incômodos.

 

São pessoas que têm abalos de variados graus na autoestima, no sentido de que às vezes não querem tirar fotos de perfil, sentem vergonha socialmente, são pessoas que também podem ter problemas respiratórios.

 

São pacientes que de forma indubitável têm alterações psicológicas decorrentes do formato do seu nariz. Então é uma cirurgia capaz de oferecer uma enorme mudança de bem-estar, de autoestima dos pacientes que procuram essa cirurgia.

 

Existem alguns aspectos psicológicos que são muito importantes. O primeiro deles é que pacientes que têm depressão ou alguma doença psiquiátrica não compensada através de medicamentos e/ ou terapia não devem ser operados. Nós somos treinados para identificar esse tipo de paciente.

 

Quais são os exemplos de pacientes que têm esses problemas psiquiátricos?

 

A maioria deles possui um transtorno chamado dismorfismo corpóreo. Lembrando que em cirurgia plástica, em geral, 5% dos pacientes que procuram a cirurgia têm esse problema. Em rinoplastia o índice é 4 vezes maior, ou seja, 20% dos pacientes que procuram a rinoplastia têm dismorfismo corpóreo.

 

Dismorfismo corpóreo é uma doença na qual o paciente jamais estará satisfeito com o formato do seu nariz, independente de como ele vai ficar. Mesmo que fique perfeito, existem um distúrbio de autoimagem que fará com que o paciente não fique satisfeito com o resultado da cirurgia.

 

Como a gente detecta esse tipo de paciente?

 

São pacientes que vêm com incômodos absolutamente desproporcionais em relação a pequenas alterações. Por exemplo, se você tem uma assimetria de 1 milímetro de uma narina para a outra, o paciente chega e fala “eu sou brutalmente infeliz por causa dessa assimetria”.

 

Pacientes que vêm com fotografias ampliadas ou várias fotografias, muitas vezes com flechas mostrando pequenos detalhes, assimetrias ou diferenças do nariz dependendo da luz em que ele é fotografado, uma ênfase excessiva em pequenos detalhes e expectativas não realistas configuram pacientes que possuem dismorfismo corpóreo.

 

Esses pacientes jamais devem ser operados, porque jamais ficarão satisfeitos com o resultado da sua cirurgia.

 

Depressão X cirurgia plástica

 

Depressão também é uma coisa bastante comum. Existem pacientes que projetam os seus sintomas em cima do nariz, então você não vai conseguir curar a depressão através da rinoplastia. O clássico é a cirurgia oferecer um bem-estar transiente, ou seja, de dois a três meses, com os sintomas da depressão voltando após esse período.

 

Então pacientes que têm depressão, transtorno obsessivo compulsivo, ansiedade, ou qualquer outro distúrbio psiquiátrico não compensado, devem ser encaminhados a um psiquiatra ou psicólogo para compensação.

 

Expectativas tratadas

 

Uma coisa muito interessante que a prática clínica nos mostra é que muitos pacientes chegam aqui no consultório e são absolutamente razoáveis antes da cirurgia no sentido das suas expectativas. Após a cirurgia, devido a toda alteração que o inchaço causa no nariz, começam a mostrar transtornos psicológicos após a cirurgia devido a essa autoimagem alterada pelo inchaço que é transitória.

 

Ao passo que nós temos pacientes que antes da cirurgia muitas vezes não são razoáveis em relação às suas expectativas e que vão muito bem após a cirurgia no sentido do seu comportamento psicológico.

 

Então uma conduta que a gente usa aqui no consultório é sempre ter uma psicóloga avaliando todos os nossos pacientes, tanto antes como depois da cirurgia para oferecer esse suporte antes e após o procedimento.

 

Muito importante: jamais operar ou jamais procurar uma cirurgia plástica se você estiver descompensado do ponto de vista psicológico. Cirurgia plástica é para pessoas que estão psicologicamente estáveis e tranquilas.

 

COMENTÁRIOS

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Li e aceito a Política de privacidade e autorizo a Clínica Landecker a utilizar meus dados para contato e envio de conteúdos referentes à cirurgias, estética e saúde.

Posts Relacionados