Estrias no rosto: veja como tratá-las - Clínica Landecker

As estrias são cicatrizes que se formam quando há destruição de fibras elásticas e colágenas na pele, normalmente causada por um estiramento da pele.

No rosto costumam não aparecer com frequência, mas podem suceder devido aumento rápido de peso ou após uma operação cirúrgica em que se estica a pele e o paciente não toma os devidos cuidados.

Identificando os tipos de estrias

As estrias brancas e vermelhas, na verdade, são a mesma coisa. A diferença é o estágio em que elas estão.

Estágio 1: são as vermelhas, aquelas onde há uma microcirculação sanguínea. São mais fáceis de eliminar por estarem em fase inicial.

Estágio 2: são brancas e aquelas onde já não há microcirculação sanguínea, por isso é muito mais difícil de ser regenerada.

Cuidados essenciais

Como sabemos, seu aparecimento pode ser prevenido com cuidados como:

Seguindo tais cuidados, fará com que sua pele tenha a elasticidade suficiente para se expandir sem surgimentos de estrias e regenerar também a elastina.

Alimentos que ajudam a conquistar uma pele mais firme

A dica é consumir alimentos ricos em vitamina D como carnes, peixes e frutos do mar, salmão, sardinha, e alimentos como ovo, leite, fígado, e queijos magros, que estimulam a produção de colágeno renovando a pele.

E zinco que tem ação cicatrizante, presentes no camarão, carne de vaca, grãos integrais, castanhas, cereais, legumes e tubérculos.

A fim de melhor aparência da pele, é importante evitar refrigerantes, álcool, refeições rápidas e doces.

Tratamentos

Quanto mais cedo iniciar-se o tratamento, maiores as chances de que os resultados sejam positivos.

Vale esclarecer que a eficácia de qualquer tratamento irá depender da fase em que a estria está, o local em que a estria se encontra e sua espessura.

É importante lembrar que não há cura total, mas há significativa melhora em sua aparência. A genética do paciente, a raça, a idade e a produção de colágeno individual são fatores que também influenciam no sucesso do tratamento.

Além de cremes anti-estrias facilmente encontrados em farmácias, que atenuam as cicatrizes se contendo colágeno em sua composição. Alguns procedimentos podem trazer resultados ainda mais rápidos como aplicação de ácidos, laser e peeling de cristal.

Mas para cada estágio, há um tratamento. Veja logo abaixo.

Estrias vermelhas

Para tratar as linhas avermelhadas, a especialista recomenda um peeling físico de cristal ou de diamante, que atua diretamente na espessura da fibra rompida, provocando a renovação celular da área.

Estrias esbranquiçadas

Para estrias mais antigas, tente um tratamento a laser fracionado. Para as estrias que já estão esbranquiçadas, mas que ainda têm reentrâncias, você pode fazer um tratamento com laser fracionário que se concentra em pequenas áreas. O laser é direcionado as bordas das estrias, alisando a superfície da pele.

O que você achou da nossa postagem? Você sofre com suas estrias? deixe seu comentário e sugestões!

Agende sua consulta

COMENTÁRIOS

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Li e aceito a Política de privacidade e autorizo a Clínica Landecker a utilizar meus dados para contato e envio de conteúdos referentes à cirurgias, estética e saúde.

Posts Relacionados

Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e melhorando nosso desempenho. Saiba mais.