Dúvidas sobre próteses de silicone - Clínica Landecker

A cirurgia de implantes mamários é hoje o procedimento estético mais realizado no país, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O que faz com que ele esteja sempre em destaque na mídia e, consequentemente, gere muitos debates e dúvidas, principalmente sobre as próteses de silicone.

Pensando nisso, reuni algumas das perguntas que mais ouço de minhas pacientes para explicar tanto o procedimento, como a escolha da prótese, do formato, do tamanho, entre outros fatores.

 

ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE PRÓTESES DE SILICONE

Com a evolução da ciência, as próteses de silicone passaram por uma modernização, o mesmo ocorreu com a técnica cirúrgica, que passou por um grande aprimoramento, isso fez com que tanto o procedimento quanto os implantes se tornassem muito mais seguros.

Mas apesar de ser uma cirurgia plástica simples, existem algumas curiosidades e questões que precisam ser esclarecidas. A respeito do procedimento, é muito importante entender que o planejamento cirúrgico deve ser feito de forma individual e cuidadosa. O que quer dizer que o cirurgião plástico deve levar em consideração fatores como a consistência e a projeção da mama, as características da pele, etc.

Já quando abordamos as próteses de silicone, é preciso entender que o silicone não causa doenças auto-imunes nem câncer de mama, pois vários estudos já foram realizados sobre o material e ele é indicado para utilização em práticas médicas.

Além disso, quando alguém decide realizar a cirurgia de implantes mamários, não basta escolher o tamanho, é preciso também escolher corretamente a forma da prótese, que pode ser redonda, natural ou anatômica. Por isso, se faz fundamental uma análise por parte do cirurgião plástico e uma conversa com a paciente para alinhar as expectativas e as melhores opções de resultados.

Sobre o material das próteses, ele pode ser soro fisiológico ou gel de silicone, isso depende do cirurgião plástico. Mas, geralmente, recomendamos o uso dos implantes feitos com gel de silicone coesivo, pois fornece maior naturalidade ao resultado final e maior segurança a paciente.

Agende sua Consulta

É preciso trocar os implantes mamários?

Para finalizar, quero esclarecer essa questão, pois é uma das mais comuns no meu consultório. Geralmente, é preciso realizar a troca dos implantes a cada 10 ou 13 anos, embora isso possa variar de caso a caso. Mas as próteses não duram a vida inteira, então é preciso entender e estar preparada para realizar outras cirurgias no futuro, visando a correta manutenção dos resultados.

 

Dr. Alan Landecker, Cirurgião Plástico, Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

 

COMENTÁRIOS

  1. Cirurgião plástico - saiba escolher - Cirurgia Plástica Landecker14.12.16

    […] realizando, o medo passou a dar lugar à coragem. Atualmente temos cirurgias como a colocação de próteses de silicones em mamas, panturrilhas, bumbum e muitos […]

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Li e aceito a Política de privacidade e autorizo a Clínica Landecker a utilizar meus dados para contato e envio de conteúdos referentes à cirurgias, estética e saúde.

Posts Relacionados

Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e melhorando nosso desempenho. Saiba mais.