Blefaroplastia: o que é, como é feita e resultados - Clínica Landecker

Você conhece a blefaroplastia, o que é, como é feita e quais são os resultados?

A pandemia e o uso de máscaras chamou a atenção de muitas pessoas para a área dos olhos, nosso cartão de visitas. Com isso, a procura por cirurgias de rejuvenescimento na pálpebra e na região dos olhos aumentou nos últimos meses.

Realizar uma cirurgia estética é uma jornada longa que exige cuidados para obter as informações corretas e, principalmente, na escolha do profissional para a realização do procedimento. Neste artigo vamos explicar detalhes sobre a blefaroplastia e te ajudar a entender melhor o tema. Acompanhe!

O que é a blefaroplastia?

blefaroplastia, também conhecida como cirurgia de pálpebras, é muito procurada por pacientes que se sentem incomodados com o excesso de pele nas pálpebras superiores.

Nas pálpebras inferiores, pode haver excesso de pele e abaulamentos que aparecem com a idade. Isso acontece pois existem 3 bolsas de gordura e uma série de camadas que fazem a retenção dessas estruturas. Na juventude, essa área é plana e segura devido à parede forte de sustentação que existe na região. Com o envelhecimento, os elementos retentores ficam mais frouxos e as bolsas se projetam para a frente, alterando assim o contorno das pálpebras inferiores.

Entre os principais fatores do envelhecimento da pálpebra, podemos citar:

objetivo da blefaroplastia é auxiliar na redução desses excessos de bolsas e flacidez, oferecendo ao paciente um olhar mais jovem a partir de resultados naturais. Além de valorizar e rejuvenescer o olhar, essa é uma cirurgia com rápida recuperação e que pode ser realizada mais de uma vez ao longo dos anos.

cirurgia de pálpebras também pode ser feita em pessoas mais jovens, com um foco funcional, proporcionando mais abertura ao olhar.

Como é feita a cirurgia de pálpebra?

A blefaroplastia apresenta formas de atuação diferentes em cada região. Na pálpebra superior é realizada uma marcação do excesso real de pele, posicionando a incisão no sulco natural.

Feito isso, o profissional injeta a infiltração, que consiste em uma anestesia local com adrenalina. A adrenalina diminui o fluxo de sangue no local, resultando num campo operatório com menos sangramentos.

As pálpebras ficam mais esbranquiçadas, a pele marcada é retirada e deve ser feita a hemostasia, que é a contenção do sangramento de forma detalhada com bisturi para evitar manchas roxas. Pode ser feita a retirada de uma faixa pequena de músculo rente a incisão inferior para marcar mais o sulco e, quando necessário, se remover um pouco das bolsas. Por último, realiza-se uma sutura cuidadosa.

Na blefaroplastia inferior, é possível retirar as bolsas de gordura evitando-se cortar externamente a região. Nesta intervenção, a bolsa de gordura é removida através da cavidade ocular, sempre realizando a contenção de sangramento. É imprescindível não retirar a gordura de forma excessiva, senão o paciente fica com os olhos fundos.

Destacamos, ainda, que os especialistas tentam evitar ao máximo retirar a pele da região para evitar a queda das pálpebras devido à contração cicatricial. Sendo assim, quando indicado, a remoção deve ser econômica.

Para quem a blefaroplastia é indicada? 

A blefaroplastia é indicada para o rejuvenescimento do olhar ou, no caso funcional, quando o paciente tem excesso de pele nas pálpebras, promovendo uma melhor abertura dos olhos. 

As pessoas procuram o rejuvenescimento da pálpebra quando uma boa noite de sono e a maquiagem não disfarçam mais os sinais de envelhecimento.

A mentalidade que orienta as intervenções médicas é a de tentar postergar ao máximo a cirurgia e usar métodos conservadores até onde é possível, isso porque a cicatrização do corpo humano é imprevisível. 

Porém, chega um momento em que o envelhecimento não aceita mais os tratamentos conservadores. Desse modo, em casos quando há indicação para a cirurgia, os outros métodos têm resultados frustrantes. De toda forma, apenas o médico profissional poderá fazer a avaliação correta.

Como é o pós-operatório da blefaroplastia?

A blefaroplastia é uma cirurgia de recuperação rápida. Após o procedimento são necessários 5 a 7 dias de repouso total em casa e, nesse momento, é relevante realizar aplicação de compressas geladas várias vezes ao dia.

As sessões de fisioterapia e drenagem linfática começam no dia seguinte à cirurgia. Após uma semana, todos os pontos são retirados.

Quais são os outros cuidados e recomendações?

Resultado da Blefaroplastia

resultado da blefaroplastia é visível entre 3 e 6 meses após o procedimento. Com o avançar da idade, os efeitos são reduzidos, mas é possível repetir a intervenção. As incisões são suturadas com técnicas específicas e costumam ficar invisíveis, e outros métodos não invasivos podem manter o resultado da cirurgia por mais tempo.

cicatriz da cirurgia é simples e fina, sendo facilmente escondida nas dobras da pele ou sob os cílios, não ficando visível. Além disso, após 6 meses elas normalmente se tornam imperceptíveis.

A blefaroplastia é uma cirurgia segura e com baixo risco de complicações, no entanto é comum que o paciente fique com o rosto inchado, com algumas manchas e pequenos hematomas, que geralmente desaparecem após 7-14 dias da cirurgia.

É possível fazer blefaroplastia junto com a rinoplastia?

Em alguns casos, é possível realizar a blefaroplastia junto à rinoplastia, proporcionando um resultado rejuvenescedor.

Na entrevista deve haver uma discussão esclarecedora sobre a expectativa com a cirurgia, sempre na busca da harmonia do resultado. Em todas as situações, converse com seu médico sobre as possibilidades e os limites no processo.

Quais procedimentos conservadores podem ajudar a postergar uma cirurgia de pálpebras?

Tratamentos conservadores podem ser usados para tratar sinais leves de envelhecimento. Vamos citar alguns procedimentos possíveis.

Os populares pés de galinha são formados por uma musculatura hiperativa, assim como as rugas de expressão.

A proposta da toxina botulínica é amenizar as rugas paralisando o músculo. O resultado dura de 4 a 6 meses e só pode ser visto após 15 dias da aplicação. Porém, ele é extremamente natural quando feito corretamente. Enfatizamos que pacientes grávidas ou amamentando, tomando antibióticos ou com determinadas alergias não podem fazer este procedimento.

ácido hialurônico também pode ser usado para preenchimento facial. Ele é uma substância sintética, porém absorvível, que tem duração de 1 ano a 1 ano e meio.

Já o Ultrassom microfocado é um procedimento ultramoderno que promove um efeito lifting natural na pele, atua na retração muscular, estimula a produção de colágeno de forma preventiva e natural, melhora a firmeza, a espessura e a qualidade da pele.

Quer saber mais sobre a blefaroplastia?

Na Clínica Landecker, a blefaroplastia é realizada pelo Dr. Alan Landecker e uma equipe médica especializada, com um acompanhamento cuidadoso durante todo o processo

Entre em contato para agendar sua consulta clicando aqui ou na imagem abaixo. Será um prazer receber você! 

COMENTÁRIOS

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Li e aceito a Política de privacidade e autorizo a Clínica Landecker a utilizar meus dados para contato e envio de conteúdos referentes à cirurgias, estética e saúde.

Posts Relacionados

Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e melhorando nosso desempenho. Saiba mais.